Como vencer as crenças limitantes no seu negócio?

 

E se os maiores obstáculos que você enfrenta com o seu negócio fossem oportunidades para o seu negócio crescer ainda mais e poder gerar mais dinheiro?

E se em primeiro lugar, fossem oportunidades para você se desenvolver e resolver umas questões que já estão aí te acompanhando há algum tempo?

Então acompanha esse artigo até o final que eu vou te dar umas dicas de como usar as suas crenças limitantes a seu favor.

 

O que são crenças limitantes?

São coisas que você acredita sobre o mundo, sobre outras pessoas e sobre você e muitas vezes nem sabe porquê.

Mas qual é o grande “problema” das crenças limitantes?

É que algumas dessas crenças que você adotou como “verdades” estão te impedindo de conquistar o que você deseja, de ter mais prosperidade e se sentir mais realizada.

Não tem como falar das crenças limitantes do seu negócio porque as crenças são suas, querida mente empreendedora.

 

Algumas crenças que a gente escuta por aí:

– Demonstrar emoção é sinal de fraqueza

– Pessoas de sucesso tem muita sorte

– Eu não tenho cabeça para os negócios

– Eu não nasci para vender

Pensa que essas crenças são inputs, ou seja, é como quando você compra um computador novo. Tudo o que você instala é o que tem ali. E as coisas que você acredita são de alguma maneira esses inputs que acabaram sendo instalados no seu cérebro e que passaram a fazer parte do seu sistema de crenças.

Então é um trabalho de detetive e o primeiro passo é identificar essas crenças e tentar entender se há um motivo real.

Se observar e questionar:

Quais são as provas de que aquilo é real?

Tenho fatos que comprovem que aquela é uma verdade?

De onde veio essa crença? Dos seus pais? Na escola? Uma vizinha talvez?

Como isso tem te afetado até agora? O que isso tem te custado?

 

Gente, eu tenho uma amiga que tira a casca do grão de bico. A primeira vez que ela me falou isso, eu fiquei chocada porque nunca tinha escutado isso. Na minha família não é costume e fiquei imaginando a cena e o trabalho de tirar as cascas.

Quando perguntei para ela por que lhufas ela faz isso, ela disse: não sei, porque a minha mãe e a minha avó fazem. Enfim, é uma crença na família dela que foi passando de geração em geração e ninguém sabe porquê!

E agora é que vem a parte que eu preciso que você se permita dar uma viajada aqui comigo…

E se esse obstáculo que você está enfrentando agora, tiver sido colocado aí justamente para te ajudar a sobrepor uma crença limitante e ainda fazer dinheiro com isso?

E se isso for exatamente para o seu benefício?

Por um tempo eu sofri bastante com essa questão maternidade versus carreira. Rolava uma culpa, alguns medos e isso me fez descobrir o marketing digital.

Só que de início eu não me adaptei muito em ser uma afiliada. Eu queria ter um produto meu. E aí a coisa toda de que produto será esse, me fez buscar o autoconhecimento. O meu processo foi “catalogado” em um curso porque dele eu criei um negócio que funcionava para a minha realidade e eu queria ajudar outras mulheres a fazerem o mesmo.

Agora pensa comigo uma coisa…

 

O que é a crença?

É um pensamento. Que muitas vezes você tem, inconscientemente. Só que quando você pensa isso…

– A vida é difícil

– Eu não nasci para…

– Já não tenho mais idade para…

E por aí vai, isso se reflete no seu corpo de alguma maneira, ou seja, se reflete nas suas emoções, na forma como você se sente e nas suas ações.

 

Quer ver só?

E se no começo de cada mês você colocar uma frase no seu celular, um lembrete com a seguinte pergunta:  O que faz desse mês o melhor para vender mais?

E no mês seguinte: o que faz desse mês excelente para gerar mais conexão com a minha audiência?

E no seguinte: por que esse mês é excelente para expandir o meu negócio?

E vai anotando todas as grandes ideias que você tiver. Tem o feriado tal, as pessoas estão mais animadas para…

E se você cara mente empreendedora pensou ah! Isso não vai funcionar, isso é positivismo demais…

Isso é uma crença limitante. E se funcionar?

Agora para você eliminar tudo que está bloqueado aí na sua vida aproveita e assiste esse vídeo também.

 

Até a próxima semana!!!

 

Compartilhe! Compartilhar é se importar.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *